Skip to content

Dicionário de Moda

Alta Costura: é o vestuário criado por estilistas famosos, em coleções  específicas para cada estação.

Ankle boots: Modelo de bota de cano curto, que chega até o tornozelo. Pode ser feita de materiais como camurça, couro e verniz.

argyle: uma estampa de losangos coloridos que você certamente já viu em, meias, cachecóis e suéteres.

Arrastão: tipo de malha bem aberta, como uma rede de pescador. Muito usada nas meias finas, até pouc tempo era associada a trajes típicos ou de dançarinas. Agora, estão super na moda.

Assimétricas: São chamadas assim todas as peças que não são certinhas, não seguem uma proporção perfeita: as blusas de um ombro só, as saias com pontas maiores numa das laterais e assim por diante.

Babado: Tira de tecido franzida ou pregueada, costurada sobre a borda de uma roupa. O detalhe sempre volta com tudo quando a moda fica mais romântica.

Balonê: foi um ícone de estilo nos anos 80. Como o nome diz, é uma saia que parece um balão, porque tem a barra franzida, virada e presa.

Barra Italiana: aquela barra dobradinha, virada para cima, muito usada em calças, bermudas e shorts.

Básico: estilo de vestir. Representa também a linguagem dos tecidos e peças clássicas e comuns nas coleções dos produtores de tecidos e confecções.

Blazer: a palavra, em inglês, significa casaco. Semelhante ao paletó dos ternos, pode ser usado por meninas e meninos, dependendo do modelo.

Boá: uma espécie de echarpe longa, feita de plumas, pele ou tule. Para usar, tem que ter estilo.

Boca de Sino: é um tipo de calça que fica mais larga do joelho até a barra, chegando aos tornozelos com uma abertura realmente grande! Foi muito popular no final dos anos 60 e começo dos anos 70.

Bolero: casaco curto e aberto, que cobre somente os ombros.

Cacharrel: Blusa de malhar muito macia, com gola alta e que normalmente se ajusta ao corpo.

Calça Capri: ela vai só até o meio da canela e se afunila na barra. Recebe o nome em homenagem a ilha de Capri, na Itália, balneário onde as  mulheres já desfilavam esse modelito na década de 50.

Cardigã: Casaco de lã sem gola e abotoado na frente.

Cargo: é um tipo de roupa que segue o modelo dos uniformes dos militares ou os utilizados em fábricas. São peças superconfortáveis e práticas. As calças normalmente têm vários bolsos e detalhes.

Casaqueto: é um casaco mais curto, muito usado com vestidos tomara-que-caia.

Chapéu Panamá: de cor clara, esse acessório é normalmente feito de palha, com uma trama bem fechada. Tem esse nome porque quem o popularizou foi um presidente americano, durante uma visita ao canal do Panamá.

Chemisier: Vestido abotoado na frente tipo uma camisa masculina.

Cigarrete: é uma skinny dos anos 60, com a diferença de que essa calça era um pouco mais curta. No mais, era bem justa e estreita na barra.

Corselet: Corpete justo, sem alças e com formato de ligerie. Pode ser usado por baixo de um casaco ou sobreposto a uma outra peça.

Cós: uma tira de pano que feca bem no lugar da cintura em calças, saias, bermudas e outras peças.

Coturno: Tipo de bota de cano alto, com cadarço, que imita os calçados usados pelos militares.

Decote Canoa: é um corte raso, que vai de um ombro ao outro e tem a mesma profundidade na frente e nas costas.

Decote em U: é como a letra e, por isso mesmo, dá um corte mais aberto na região do colo.

Decote me V: o modelo é mais sensual de todos. Em forma de V, valoriza bastante os seios.

Drapeado: o mesmo que franzido.

Dry fit: tecido bastante usado em roupas esportivas, feito com poliamida e elastano, que absorve mito bem o suor e seca com facilidade.

Envelope: o nome é normalmente usado para identificar um tipo de saia que envolve o corpo, com uma parte sobreposta a outra pode ter vários comprimentos e, dependendo do tecido de que é feita, ganha um ar mais social ou despojado.

Escarpim: sapato leve, que se caracteriza pelo bico mais fino na ponta. É um clássico! A altura do salto é que muda de uma estação para outra.

Evasê: saia com corte um pouco maior na parte inferior.

Étnico: temo usado para descrever trajes inspirados em roupas típicas de uma determinada região.

Folk: estilo que aproveita a inspiração do folclore ou das manifestações populares de um determinado país.

Frente Única: usada em vestidos, blusas e biquínis. O modelo normalmente tem uma tiara que sai da parte da frente da peça e que deve ser amarrada atrás do pescoço, deixando à mostra as costas e os ombros.

Frufru: talvez o ornamento feminino por excelência. Forma onomatopéica de babadinhos franzidos, em geral estreitos.

Fuxico: Um trabalho artesanal, feito com retalhos formando uma rodelinha franzida que lembra uma flor.

Galocha: espécie de bota de borracha, que antigamente era usada sobre sapatos comuns nos dias de muita chuva. Hoje, são usadas sozinhas, mesmo em tempo seco, só para fazer estilo.

Godê: saia que tem abertura maior na parte inferior e é rodada.

Gola Olímpica: alta nas laterais, envolve todo o pescoço. Pode ser ou não enrolada.

Homewear: dá nome a peças confortáveis e descontraídas, mais usadas em casa.

Jardineira: modelo de calça, short ou saia que se prolonga até o peito, de onde saem duas alças, que se prendem atrás, na cintura.

jogging: a palavra, em inglês, tem a ver com movimento, exercício. As roupas chamadas assim são, portanto, as usadas para malhar, caminhar ou correr. Geralmente são mais largas, confortáveis e confeccionadas em moletom, malha ou tactel.

Legging: justinha até o tornozelo, e feitas de um tecido elástico, ganharam popularidade como roupa de ginástica. Atualmente, estão nas ruas acompanhadas de blusas ou suéteres compridos, vestidos e batas.

Lurex: tipo de tecido com bastante brilho, feito de fios metalizados. Pode ser usado em vestidos, blusas, saias, casacos e meias-calças.

Maxibolsas: bolsa bem grande, ideal para guardar tudo o que a
mulherada gosta de carregar e mais um pouco.

Mocassim: sapato fechado, sem abotoamento, inspirado nos modelos
indianos. Superconfortáveis!

Mule: é como se fosse um chinelo com salto, o acabamento pode ser
feito com diversos tipos de tecidos.

Navy: a palavra inglesa que significa Marinha. As peças que seguem esse estilo, como não poderia deixar de ser, são inspiradas no universo náutico, levam listras, normalmente nas cores vermelho, azul-marinho e branco. As roupas podem ter também aplicações de cordas, correntes e botões dourados.

Off-White: uma cor que está super na onda, espécie de “branco sujo”, meio-termo entre o branco puro e o gelo.

Paetês: partículas brilhantes, usadas para bordar algumas peças de roupa ou acessórios.

Parka: casaco com capuz, largo e impermeável. Os mais comuns são os modelos de tactel e nylon.

Patchwork: tecido feito com vários pedaços ou retalhos de tecido diferentes, costurados todos juntos.

Pelerine: peça curta, de modelagem godê, que cobre apenas os ombros e a parte de cima dos braços. Normalmente feita de tecido nobre, é usada em ocasiões mais formais.

Plataforma: salto com uma base grossa e alta, é bastante confortável.

Plush: tecido que se parece com o veludo, só que é ainda mais fofo. Geralmente é usado em casacos de inverno.

Retrô: termo usado para roupas e acessórios antigos que voltam à moda.

Risca-de-giz: tecido clássico da alfaiataria, tem riscas finas, verticais e paralelas, com distâncias regulares, podendo ir no máximo a dois centímetros. Mais usado em trajes sociais.

Saia A: modelo de saia com a forma de um A, ajustada no quadril e mais
abertinha na barra.

Sapato Boneca: aberto em cima, tem uma tira abotoada numa das laterais. Pode ter ou não salto.

Suspensório: peça formada por duas tiras frontais paralelas que passam pelos ombros, terminando em um Y nas costas. Perfeito para criar um visual moderno!

Tie-dye: estampa marcada por um tingimento irregular, muito usada em peças esportátivas, de praia e piscina.

Trench Coat: Capa ou casaco comprido, que normalmente leva um faixa na cintura.

Tomara-que-caia: tipo de decote sem alças e sem mangas.

Fonte: Revista Atrevida Fashion

Anúncios
6 Comentários leave one →
  1. Andresa permalink
    21 de abril de 2009 19:14

    Adorei este pequeno dicionário. Muito bom!

    Andresa

  2. Irineu Pereira permalink
    28 de abril de 2009 16:37

    Fui procurar o conceito de fuxico e me deparei com tantas explicações que realmente fiquei admirado. Parabéns,parabéns e mais parabéns!

    Irineu

  3. Agnes permalink
    6 de outubro de 2009 11:06

    Carambaa !
    Adoreeeeei !
    Doo nadaa euu entreeii aquii –
    até mesmoo seeiim quereer ee
    amêeei mesmoo esse minii diciionáriio !
    Exatamentee o que eu procuravaa 😀

  4. 4 de fevereiro de 2010 12:31

    Muito bom me salvou de poucas e boas.

  5. Taciana Alpaslan permalink
    6 de abril de 2010 15:48

    Adorei seu dicionario da moda !!!!! Uso e consulto sempreque preciso de uma explicacao mais detalhada e clara. Gostaria que vc acrescentasse as demais artes como nervura,aplicaçao,metalasse…. e mais. Tipos de renda, bico, brocado,etc….como por exemplo: renda palito, bico ingles e outros.

  6. Daiana permalink
    27 de maio de 2010 02:21

    Adoreii, entrei do nada tb pq tava procurando a definição pra Ankle Boot..e acabei descobrindo tb outras definições que eu não tinha certeza o que era..como Navy, Barra Italiana e Off.White, parabéns. mt útil!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: